HOME | E-MAIL


O projeto PoeGifs foi criado, a princípio, com o propósito de partilhá-lo apenas com amigos e uns poucos eleitos, durante o ano de 2007.

Marcelo Sahea criou, produziu e enviou por 8 meses via e-mail, todos os domingos, a uma lista de mais ou menos 150 pessoas, Gifs (Graphics Interchange Format) animados com poemas de seus livros e outros inéditos. Este projeto acabou dando continuidade ao seu trabalho com a palavra, tornando-se uma ferramenta a mais no processo investigativo.

A busca do equilíbrio entre imagem e palavra, ampliando a capacidade de significação, para além das funções meramente decorativas. Economia de recursos e sonoridades expressas semântica e visualmente, utilizando os "loops" (característica própria dos Gifs animados), que propiciam a leitura sistemática dos textos, aproximando-os das práticas sonoras e visuais de indução ao transe e aos conceitos de "repetição e acaso", presentes na obra do poeta.

A repetição incessante de texto pelos "loopings" reforça o sentido empregado ou o dissolve, dissolvendo até mesmo o significado da palavra usada (!), causando estranhamento (ponto de partida). Estranhamento que pode levar o leitor a repensar ou reavaliar a sua relação com a língua/linguagem (ponto de chegada).

Poetas, escritores, leitores e artistas que gostaram do material, começaram a divulgar em seus blogs e em revistas virtuais. Isso despertou o interesse de outras pessoas, que acabaram pedindo a inclusão de seus nomes na lista.

Alguns desses PoeGifs foram integrados à performance poética intermídia Pletórax, que Sahea realiza desde 2007. Em outubro de 2008, o PoeGif "fome" virou vídeopoema para integrar o projeto "Poema Passageiro", exibido dentro da Mostra SESC de Artes - 2008, em São Paulo, com curadoria de Ricardo Silveira.

Agora, 36 desses poemas aqui estão aglutinados para visitação e compartilhamento, sob licença Creative Commons.